quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Obrigada

Olá a todas

Em primeiro lugar quero agradecer todos os comentários encorajadores que tenho recebido. Muito obrigada mesmo, de coração. É muito bom sentir que alguém se importa mesmo sem me conhecer pessoalmente, mesmo á distância. Gostava muito de agradecer a cada uma individualmente, mas não consigo, desculpem. Tenho visitado os vossos blogues, mas falta-me ainda a vontade de participar, de comentar… eu sei que entendem.

Não tem sido fácil. Ainda nem estou bem em mim com tudo o que aconteceu e está a acontecer. Sinto-me completamente perdida, sem rumo, revoltada, sem saber por onde recomeçar, sem saber o que fazer, sem saber para onde caminhar. O meu mundo tal como o conhecia até agora, acabou, ruiu por completo. Já gastei até todas as lágrimas… por vezes dou comigo a vaguear, literalmente a vaguear pela casa ou pelas ruas…

Perdoem-me mas não consigo nem quero falar aqui do que aconteceu, só quero esquecer.

Agora é a fase de me reerguer, levantar a cabeça, seguir em frente… embora sem saber como, embora sem vontade absolutamente nenhuma.

Mas eu vou conseguir, eu sei que vou. O tempo vai ajudar, vou arranjar forma de lidar com isto e de voltar a sorrir e viver. Mas a mágoa, esta mágoa imensa que sinto, esta dor, essa nunca mais vai desaparecer…

Luisa

11 comentários:

  1. Já me senti assim e sei bem do que falas. Dessa sensação de acordar e pensar: afinal não foi um pesadelo. Querer dormir outra vez, para não sofrer.Eu sei que nada que eu possa escrever te possa "animar" mas posso dizer-te, que vai demorar o seu tempo (bem mais do que a gente quer) mas que no final vais sentir-te mais forte, mais aprender a fazer "reciclagem de coisas e pessoas", vais querer mudar tudo que está errado e no final vais sentir que tiraste alguma coisa boa nesta história(seja ela qual for) tão má. Acredita em ti. Ergue sempre a cabeça. Chora tudo, chora as vezes que tiveres que chorar. Dá passeios na praia, bebe um vinho sozinha, vê uma comédia, come chocolate, fica de pijama o dia todo, faz o que te der na real gana...sofre tudo de uma vez. E depois RENASCE! Não te conheço mas gostava muito de te dar um abraço apertado e te dizer que sei bem o que é isso. Beijos, QUE A VIDA VOLTE A SORRIR E TU SEJAS AINDA MAIS FELIZ. HÁS-DE SER!

    ResponderEliminar
  2. Luisa acredita que muitas pessoas da blogosfera ja passaram por algo parecido ou semelhante...o tempo cura,acredita embore demore um pouco.Acredito que daqui a um tempo vais olhar para tras e ver o quanto conseguiste superar...acho q nestas alturas por mais conselhos e palavras de forca,a dor 'e nossa e parece que nada faz a ela passar...mas acredita q vai passando e vamos redescobrindo coisas esquecidas.Se precisares de algo podes msm mandar um mail...

    ResponderEliminar
  3. Luisa, felizmente nunca passei por algo semelhante, mas penso que o melhor será agarrar-se a coisas muito boas que tem na sua vida, e penso que as suas filhas o são, e com ajuda do tempo, esse sim ajuda muito, tudo irá passar.Amanhã será outro dia, o simples facto de estar viva é o mais importante.Viva.Tente viver da melhor maneira possivel, há tantas coisas deliciosas para viver.
    Se precisar de um ombro amigo para chorar, eu vivo perto de Lisboa, mas posso sempre ir ao Porto de comboio, aliás até gostava muito. A sério. Estou a falar muito a sério.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Luísinha a minha tatuagem é o nome das minhas filhas + 2 estrelinhas (que são elas). Fiz-a no pulso (na vertical) e foi no pulso esquerdo (do lado do coração). Adoro-a! :)

    Beijos, muitos.

    P.S. Já gosto mais da cor de fundo.

    ResponderEliminar
  5. Vou pensar nisso com carinho e vamos combinar um dia bom para as duas e vamos almoçar juntas, certo?
    Um beijinho grande!

    ResponderEliminar
  6. A vida as vezes prega-nos umas partidas, mas tu vais conseguir dar a volta por cima… eu sei que vais!

    Beijinhos e um abraço bem apertadinho.

    ResponderEliminar
  7. Luísa, acredita que com o tempo a mágoa desaparece. Pode demorar bastante tempo, mas desaparece (também passei por lá...). Fica apenas a indiferença para com quem nos fez mal e nos causou tanta dor. O importante é chegares à conclusão (e chegarás) que não vale a pena perder tempo com quem não gosta de nós. Mesmo que isso demore tempo.

    Faz o luto que tiveres que fazer, chora tudo o que tiveres que chorar e dá tempo ao tempo. Acredita. Acredita que, apesar de agora te parecer que não, tudo vai correr melhor.

    Eu sei que não me conheces, eu sei que estas palavras agora até podem parecer "ocas", "cliché" (é assim que se escreve?), sem sentido. Eu também achei em determinada altura da minha vida. Mas acredita. Acredita em ti.

    Um beijinho cheio de força.

    ResponderEliminar
  8. Por vezes acontecem coisas assim em que achamos que já não aguentamos de tanto sofrimento. Mas devagar, com o tempo a ajuda dos amigos vamos nos levantando. Por isso força e eu estou aqui para apoiar.
    Beijinhos grandes.

    ResponderEliminar
  9. Luisa vi agora tua mensagem. Curiosamente esta semana estou no Porto e para a semana também.Se quiseres podemos jantar ou beber um café na próxima semana :)

    ResponderEliminar
  10. Querida Luisa, eu imagino que tenha muitas mágoas, e que não será uma tarefa fácil superar, mas comece já a pensar em perdoar, eu sei que você pode pensar que é fácil para mim falar isso, mas acredite, estou pensando apenas do teu bem estar, mágoas são veneno para o corpo e a alma, mesmo que demore, comece um processo de perdão. Estou em oração por você. Fique com Deus.

    ResponderEliminar
  11. O que quer que tenha acontecido, faz o devido luto e ponto final. Parte para outra!
    Agora faz de conta que acabei de te conhecer:
    Olá Luisa, gosto de ler o teu blog e espero que continues por aqui muito tempo a animar-nos com a tua boa disposição e as tuas histórias. Muitos beijinhos e felicidades :D
    P.S. Estás nos meus blogs preferidos, não me deixes à espera :)

    ResponderEliminar

Vá lá!!! Diz qualquer coisa aqui á menina!! ;))